A importância da Pesquisa de Clima Interno

Passamos boa parte de nossas vidas trabalhando, às vezes passamos mais tempo envolvidos com os negócios do que com nossas famílias e há quem tenha a empresa como uma segunda casa. Hoje, o trabalho toma tempo e esforço considerável das pessoas, e ele também ocupa um lugar importante, indo além do sustento e tornando-se uma forma de realização pessoal. Saber o quão contente você está com o trabalho há tempos deixou de ser uma uma preocupação somente pessoal. Atualmente, muitas empresas levam isso em conta e reconhecem a importância da pesquisa de clima, que mede a satisfação interna e contribui para cultivar uma cultura e clima organizacionais bons para se trabalhar.

Com o passar dos anos descobriu-se que os funcionários são tão importantes dentro de uma organização quanto os clientes. O sucesso de um negócio depende de seus colaboradores comprometidos, satisfeitos e alinhados com os valores da organização. As pessoas que trabalham desenvolvendo, criando e pensando são a chave para a escolha das estratégias certas que vão gerar valor para os clientes e, consequentemente, o triunfo da empresa.

Para esta sintonia acontecer, os colaboradores precisam se sentir parte do ambiente organizacional e o clima deve ser saudável sem perder o propósito corporativo e humano. Mas, como medir e saber qual o nível de satisfação e felicidade dos colaboradores?

As técnicas de pesquisa de satisfação, que já falamos anteriormente no blog são uma alternativa para a avaliar o relacionamento entre empresa e clientes, e podem ser utilizadas para montar uma pesquisa de clima organizacional.

Roberto Coda, professor da USP e estudioso da área, diz que a pesquisa de clima organizacional é capaz de expressar a realidade dentro do ambiente de trabalho, retratando aquilo que as pessoas acreditam estar acontecendo em determinado momento através do levantamento de opiniões e que esse processo permite enxergar a percepção dos funcionários sobre itens que podem afetar diretamente o rendimento de cada um no trabalho.

Mas afinal, o que são cultura e clima organizacional?

Antes de aplicar uma pesquisa de clima, é importante que exista consciência sobre cada uma destas definições. Quando se fala em clima organizacional também se fala em cultura organizacional. É comum as pessoas acharem que cultura e clima são a mesma coisa, mas não são. Os dois compõem o mesmo cenário, a empresa, porém devem ser considerados “eventos” diferentes.

Como sugere um conhecido autor da área, Chiavenato, clima organizacional se refere à atmosfera interna existente entre as pessoas que convivem na empresa e está relacionado com o grau de motivação de cada um. Já a cultura é um conjunto de crenças e valores que são capazes de influenciar o comportamento dos membros da empresa e serve como referência para guiar desempenho, ao mesmo tempo que define como a empresa interage com o ambiente.

Há um espaço compartilhado entre clima e cultura e eles estão ligados pela forma que as pessoas percebem a organização, normas e costumes. É a interpretação dos colaboradores com relação a estes fatores que vai determinar uma reação positiva ou negativa.

Em resumo, mesmo um fazendo parte do outro existem diferenças entre eles. O clima organizacional mede até que ponto as necessidades e expectativas dos funcionários sobre trabalhar neste ambiente estão sendo atendidas e a cultura define que crenças e que expectativas são essas que devem ser cumpridas pela organização e atendidas para seus membros. Sendo assim, o clima é um fenômeno temporal, referindo-se ao estado de ânimo dos funcionários de uma organização em um determinado momento, já a cultura organizacional se estabelece ao longo do tempo devido às práticas recorrentes.

cultura organizacional comunicação nas PMEs

O valor do diagnóstico de clima

Atendimento de qualidade, clientes satisfeitos, atingimento de resultados… Tudo isso depende de uma equipe envolvida e motivada, e nada disso é possível se seus funcionários não estiverem alinhados e engajados com as expectativas da empresa.

A pesquisa de clima busca identificar a satisfação interna, problemas ou gargalos na gestão e na forma como as coisas estão sendo conduzidas. É uma ferramenta objetiva capaz mapear aspectos críticos que refletem o ponto de vista dos funcionários no momento atual e permite gerar um diagnóstico valioso voltado para a adoção de novas políticas internas, melhoria da qualidade de gestão e até aumento da produtividade.

Essa metodologia mostra a importância que as pessoas têm dentro da organização e a importância da organização na vida das pessoas. Ela é essencial para ouvir os colaboradores, proporcionando uma avaliação da empresa do ponto de vista das equipes sobre as condições e o ambiente oferecidos para trabalhar. E também permite identificar o grau de satisfação da equipe que pode estar diretamente relacionado ao rendimento, atendimento e forma de se relacionar. Além disso, a pesquisa também auxilia na identificação da  necessidade de treinamento ou de desenvolvimento de lideranças e até mesmo operacional. No entanto, é imprescindível que a empresa esteja interessada em agir após os resultados da pesquisa.

Como realizar uma pesquisa de clima?

Antes de tudo, é importante identificar as variáveis que compõem o clima da empresa que serão avaliadas, como as condições de trabalho, comunicação, remuneração, qualificação das lideranças, plano de carreira, treinamentos etc. Em seguida, deve-se definir quais  indicadores serão importantes no final da pesquisa, ou seja, para o que exatamente está se buscando uma explicação com a aplicação da pesquisa de clima.

O instrumento de pesquisa deve ser criado de acordo com as características da empresa, já que os conceitos são bastante específicos para cada organização. É preciso estar atento na fase de desenvolvimento da pesquisa, pois uma pesquisa mal aplicada não vai trazer os elementos necessários para tomada de decisões ou indicar os principais problemas.

A pesquisa deve ocorrer de forma natural, não se deve esperar aparecerem problemas para aplicá-la. É bem mais interessante se a metodologia já fizer parte das práticas da organização. O ideal é que a participação seja voluntária e para isso é importante que todos entendam o propósito da pesquisa para que se sintam seguros em participar e não ameaçados. Assegurar a confidencialidade das respostas é um detalhe imprescindível.

Uma pré divulgação ajuda a quebrar o gelo até que aplicação da pesquisa ocorra, tornando o processo mais dinâmico e divertido do que tenso e nervoso.  É legal criar um cronograma com as datas e prazos bem definidos entre a criação da pesquisa e a apresentação dos dados à empresa:

    1. Definir o meio de aplicação e conteúdo: procure ferramentas por ferramentas que ajudem a realizar a pesquisa. Muitas delas são rápidas, práticas e fáceis de usar. Opte pelo modo que mais se adeque a realidade da sua empresa.
    2. Definir o conteúdo a ser avaliado:  a pesquisa pode abranger fatores como estrutura e ambiente oferecidos, colaboração e reciprocidade, feedback gerencial, poder de decisão e participação, valorização ou reconhecimento, autonomia, gerenciamento de conflito, benefícios e remuneração, etc. Você deve levantar as suas necessidades.
    3. Estabelecer um prazo: defina o prazo que a pesquisa ficará disponível para ser respondida e procure ativar um lembrete na empresa para que todos respondam, pois estas informações são de interesse coletivo.
    4. Analisar dos dados: estabeleça um momento para analisar os dados e tome cuidado com interpretações e com os cruzamentos de dados. Tente agrupar itens relacionados e chegar num consenso. Não faça deduções e explore o máximo dos resultados, quanto mais detalhes mais chances de fazer as escolhas certas.
    5. Elaborar uma apresentação objetiva: a divulgação dos resultados é uma etapa bem importante. Tornar os números e informações visíveis para toda empresa permite que todos tenham uma visão de como a empresa está frente aos olhos da equipe.
    6. Definir do plano de ação: depois de levantar os principais itens a serem atacados é preciso pensar em como será a implementação das mudanças e correção dos problemas. Trace um plano de ação de médio prazo e divida as atividades entre as equipes.

A pesquisa de clima pode ser reaplicada periodicamente de acordo com a necessidade da empresa, baseada nas ações que são tomadas, porém é preciso dar tempo suficiente para que as mudanças sejam percebidas e haja alterações evidentes no clima organizacional.

Para realizar uma boa Pesquisa de Clima na sua empresa, você também pode baixar gratuitamente o Kit Completo para Pesquisa  de Satisfação Interna que elaboramos em parceria com a Convenia e a ERPFlex.  Nele você encontrará um questionário completo e pronto para aplicar na sua organização e um whitepaper com mais dicas para extrair bons resultados e insights com as respostas colhidas.

pesquisa de satisfacao - Copia

Próximos passos

Com os resultados na mão, a pesquisa de clima pode gerar muitos insights para investir no crescimento e evolução da satisfação interna. Além dos pontos a melhorar, a empresa terá em mãos os pontos fortes que podem ser usados para melhorar a percepção dos colaboradores.

Com as necessidades da equipe mapeadas, será possível executar ações de melhoria para atacar os pontos negativos. Ao visualizar os resultados, também será possível rever processos, orientar as lideranças em torno dos objetivos das equipes e da empresa e definir diretrizes e planos para que a organização seja cada vez mais estratégica. ]

Para fazer isso, uma Comunicação Interna estruturada é essencial.  Ela é que irá mostrar aos colaboradores quais ações estão sendo realizadas e quais atitudes estão sendo tomadas com relação ao resultado da pesquisa. Para começar, que tal criar um Planejamento de Comunicação Interna ou revisar o da sua empresa caso ele já exista? Se precisar de ajuda, consulte nosso eBook abaixo que ensina a construir um planejamento de uma forma simples em 8 passos:

8 passos comunicação
[eBook] Planejamento de Comunicação Interna: o Guia Completo
Sua empresa pode ter um planejamento profissional de Comunicação Interna. Aprenda por onde começar neste material!
Baixar eBook Gratuito  →

 

Cândice

Cândice Carvalho Rocha

Customer Support na SocialBase. Formada em Administração, com MBA em Gerenciamento de Projetos pela FGV. tentando descobrir se é de humanas ou de exatas. Focada em sempre buscar a satisfação no atendimento aos clientes. Gaúcha, apaixonada por seus cachorros, corre nas horas vagas e está em busca da paz interior através da meditação.