Estas startups vão ensinar como aumentar a produtividade da sua equipe

Sabemos que o conceito de startup é um tanto variável, mas que geralmente se aplica a empresas jovens, com um potencial para inovação e que iniciam em um contexto de grande incerteza. Por isso, esses empreendimentos também não possuem grande capital e precisam trabalhar com a menor infraestrutura possível, inclusive, muitas vezes, sem pagamento para os empreendedores na fase inicial. É por isso que todas elas precisam aprender, desde cedo, como aumentar a produtividade da sua equipe, já que a tendência é que seja um time bastante enxuto – em alguns casos, de uma pessoa só.

Como as startups fazem isso? Abaixo, mostraremos como CEOs de startups conseguem manter uma alta produtividade em seus negócios:

1. BambooHR e a política contra workaholics

A BambooHR é uma startup baseada em Utah, nos Estados Unidos, que desenvolve softwares de Recursos Humanos para pequenas e médias empresas. Ao contrário do consenso universal, a BambooHR pune os workaholics. Sim, nessa empresa, que atualmente, possui 53 funcionários, quem trabalhar mais de 40 horas por semana, recebe punição. Isso porque, segundo Ryan Sanders e Ben Peterson, fundadores da empresa, o excesso de trabalho gera colaboradores sem saúde, estressados e, consequentemente, uma empresa com menor sucesso no mercado.

Os empresários, que antes premiavam quem trabalhasse mais de 50 horas por semana, chegaram a essa conclusão observando o sofrimento de amigos e colegas em outras startups. Um deles, mesmo estando no hospital por conta de uma crise de estresse, continuava respondendo e-mails de trabalho no telefone. Outro, teve um casamento desfeito por conta de horas e mais horas trabalhando nos feriados. Além disso, ao contrário do que acreditam os workaholics, trabalhar demais baixa a produtividade. Sanders e Peterson dizem que uma pessoa exausta faz uma conversa de 15 minutos durar 2 horas. Isso porque não consegue se concentrar, afetando diretamente o negócio. A estratégia parece ter dado muito certo, já que a BambooHR triplicará seu faturamento neste ano, para US$10 milhões. Portanto, sem exageros: trabalhar 8 horas por dia é mais do que suficiente e mantém a produtividade da sua empresa. Fonte: INC.com

2. Foco, elaboração de prazos, utilização de canvas de negócios: CEO de duas startups lista suas dicas

O mentor da aceleradora de startups Jumpstart Foundry, Patrick Altman, costuma dar dicas certeiras utilizadas nas duas startups das quais é sócio: Eldarion e Amino Software. Para ele, o tempo é o principal desafio para as startups, mais do que o próprio capital. Em o que chama de um paradoxo cruel, ele diz que as startups precisam ainda de mais tempo que a média das empresas, isso porque elas não estão apenas construindo um produto, mas também estabelecendo um mercado, elaborando vendas, buscando parcerias, fundos etc. Ele cita como aumentar a produtividade da sua equipe em 8 dicas. São elas:

1. Permanecer focado: Segundo ele, levar a mente a pontos que não são objetivos, como os “E se?” pode ser um verdadeiro matador de tempo. Para ele, a utilização de um modelo de canvas para pequenos negócios realmente ajuda, e deve ser atualizado semanalmente.

2. Proteja seu horário produtivo: Seu horário de produção é essencial. Até porque você está produzindo algo do zero e precisa de blocos de tempo sem interrupção para poder se concentrar e ter criatividade. Ele diz que na Eldarion, os blocos contínuos de tempo de produção são de três horas e que este é um período de tempo ideal, já que traz bastante flexibilidade para marcar outras coisas antes ou depois.

3. Estabeleça o tempo para gerenciamento: Além de produzir, não há como fugir do tempo de gerenciamento para realizar coisas como atender ou fazer telefonemas, responder e-mails antes de uma reunião, realizar uma reunião etc. Agrupar todas essas tarefas, em vez de realizá-las entrecortadas ao longo do dia, faz com que este tempo seja mais produtivo.

4. Liste o essencial: É preciso ter bem claro o que é essencial para a sua startup. Mais uma vez, o canvas será muito útil nesse objetivo. É necessário focar nas atividades-chave do seu negócio, no que seria o mínimo necessário para ganhar e manter clientes. O resto é trabalho extra.

5. Elimine os extras: Os extras em qualquer negócio são importantes. Mas isso, em uma startup, deve ser deixado para depois. Primeiro, é preciso angariar clientes e elaborar um modelo de negócios. Nesse ponto, os extras somente tomam tempo.

6. Terceirize o resto: Tudo o que não for essencial pode ser terceirizado. Simples.

7. Entregue algo todos os dias: Mesmo que seu dia seja confuso, divida seus afazeres em pequenas unidades, de modo que você consiga entregar uma parte deles em um dia ou menos. Dessa forma, você se sentirá – e estará – produtivo. Nunca fique sem nenhum projeto. Assuma outro logo que terminar o que estava fazendo.

8. Estipule prazos para tudo: Isso nos força a tomar decisões e progredir. Do contrário, nossa tendência é sempre procrastinar ou trabalhar mais do que o necessário em cima de um mesmo projeto. Fonte: Blog do Patrick Altman

Tem outra dica? Compartilhe no campo de comentários.

Crédito de imagem: Photl/CC

Radamés Martini

Radamés Martini

Rada Martini é Administrador de Empresas com MBA em Gestão de Projetos; fundador e CEO da SocialBase.