Cultura do imediatismo: a prejudicial prática do agora

O tempo já não avança mais. Só o agora interessa. Com a disseminação de metodologias para gerenciar projetos, dependendo de como ele é conduzido, nos tornamos escravos do presente. Somos constantemente interrompidos por tarefas fora do escopo; equipes perdem a capacidade de planejar e fazer progressos em nome de um benefício comum. Desorientados, incapazes de dar sentido histórico ao que acontece no projeto, vivem suspensos na urgência do momento, obrigando-os a dar conta de tudo ao mesmo tempo.

Algumas empresas colocam o consenso à frente dos grandes objetivos; e, em vez de acumular valores que agregam ao produto ou à empresa, preferem realizar transações satisfatórias apenas para aquele momento. Da mesma forma, segue o pensamento do desenvolvedor, ultrapassando tudo que foi aprendido para realizar e entregar algo que não foi pensado e planejado, partindo apenas da premissa: deixar funcionando a pleno vapor o que lhe foi solicitado. Pensamentos como esses, de que tudo é urgente, contaminam toda a equipe e ninguém sabe ao certo qual problema deve ser resolvido primeiro.

Se você reconheceu alguns dos sintomas descritos acima, não se surpreenda. Afinal, não se trata de uma trama distópica de ficção científica, mas de um diagnóstico sobre o mundo contemporâneo. O tempo deixou de ser um conceito linear para dar lugar a uma espécie de “instante prolongado”. Isso não significa que as metodologias de gestão de projetos sejam ruins, longe disso, o que existe é uma má utilização e adequação delas.

Metodologias de gestão, são como frameworks, capazes de prover componentes específicos para cada ação. Procure escolher o que mais se adequa a rotina da sua equipe e utilize-as para alcançar de forma saudável o ápice do projeto. Pensar desta maneira faz com que exista uma grande chance da metodologia escolhida ter sucesso, poupando tempo, esforço e dinheiro.

Entretanto a melhor metodologia de trabalho deve focar na compreensão de satisfação dos profissionais. Analisar, planejar e priorizar algo importante para alcançar o ápice do projeto é de suma importância, mas são apenas etapas.

Valeu galera até a próxima!! Abs.

 

Douglas

Douglas Lira

Analista de sistema formado desde 2008, atua no desenvolvimento web desde seus 16 anos. Apaixonado pelo que faz, está sempre pesquisando e participando de eventos que envolvem tecnologia; em constante busca de novas informações e aperfeiçoamento na área de TI, atualmente mantém um grupo de discussão sobre AngularJS no Google Groups.