What is Digital Workplace?

Olhe para trás e imagine que em 2000 você não tinha o Facebook. Você se cadastrou no Twitter somente em 2006. Para você contratar alguém precisava que a pessoa entregasse pessoalmente um currículo e mais tarde esse documento passou a chegar por e-mail.  Em maio de 2003, o Linkedin chegou e “pasito a pasito” revolucionou o mercado profissional e hoje são mais de 347 milhões de usuários cadastrados no site em mais de 200 países. A pergunta em 2016 é: “Por favor, me envia o link do seu Linkedin?”.

A revolução digital que estamos vivenciando tem trazido um impacto real sobre as pessoas e a organização que elas estão inseridas. O cenário em que você vê todos os colaboradores sentados, de cabeça baixa, em um telefone fixo, preenchendo planilhas em um computador de mesa ficou para trás. O trabalho agora tende a ser cada vez mais colaborativo e a ser exercido de qualquer localidade, por qualquer dispositivo. Chegamos na era dos nativos digitais e trabalhamos num digital workplace.

As empresas que trabalham com os nativos digitais – termo criado por Marc Prensky e que se refere aos que nasceram e cresceram com as tecnologias digitais – precisam compreender que eles são ousados e impacientes, porém esse senso de imediatismo pode ser benéfico quando aliamos o trabalho à um ambiente digital. Um time que não se restringe aos processos e tecnologias “homologados” pela empresa e chancelados pela área de TI, tem mais condições de melhorar constantemente a eficácia do seu trabalho e aumentar a vantagem competitiva.

Ambiente de trabalho digital

O digital workplace é uma revolução e um elemento que passou a ser essencial para empresas que cada vez mais veem um grande aumento nas suas tarefas em diferentes áreas. Já pensou estar no aeroporto, na rua ou na sua casa e não ter que se preocupar com as buzinas ou com o cachorro latindo? Não importa o ambiente, o importante é permitir que as pessoas tomem decisões reais, com uma velocidade que não reduza a qualidade das iniciativas, mas sim que potencialize as  transformações, aumentando o crescimento e a receita do profissional e da empresa.

Administrar um digital workplace traz muitos desafios e requer mudanças em um mundo que está crescendo em uma velocidade arrebatadora. O primeiro grande desafio está em compreendermos de fato o que é este ambiente digital de que tanto se fala e no qual estamos inseridos. E apesar de acharmos que é uma criação dos últimos anos, ele está presente em nossas vidas desde que o primeiro computador entrou no escritório (Salve Steve Wozniak).

Segundo Paul Miller, fundador da Digital Workplace Group, “digital workplace consiste no conjunto de todas as ferramentas digitais fornecidas no ambiente de trabalho que possibilite aos seus empregados realizarem seu trabalho.” Na visão de Miller, a evolução das ferramentas disponíveis no ambiente corporativo está modificando a natureza de trabalho:

  • O escritório não é mais um destino e o trabalho está cada vez mais espalhado geograficamente;
  • O trabalho não está mais restrito das 8h às 17h e é medido pelas entregas e não mais pela presença; e
  • Os conceitos tradicionais de confiança no trabalho estão sendo questionados e dando lugar a novos padrões.

Nesse contexto, seu e-mail, calendário, ERP, rede social corporativa, sim fazem parte do digital workplace da sua empresa.

E a Comunicação Interna neste Contexto?

E como navegar em tantos sistemas e silos que encontramos atualmente no ambiente digital? E a comunicação através destas fronteiras digitais, como fica?

Beth Gleba, especialista e consultora em Comunicação Digital, afirma que o digital irá definir como a empresa se comunica com seus empregados e que, neste sentido, os profissionais de comunicação interna se tornaram estrategistas da informação e da colaboração. Esses profissionais que vão acabar definindo como utilizar os canais digitais de comunicação, guiando a liderança em como conduzir dilemas digitais da organização, além de compreender como o trabalho ocorre e apoiar os empregados a gerir as informações, sendo ativos nas tomadas de decisão que acontecem ao longo dos seus fluxos de trabalho.

O ambiente de trabalho digital facilita e proporciona valor ao negócio. Para que haja sucesso nesse cenário fértil, a organização deve ter um planejamento e estar conectada às necessidades dos colaboradores e nas constantes mudanças. As novas tecnologias se tornaram um desafio que compõem cada ambiente de trabalho, e as empresas têm a missão diária de gerir os componentes digitais na busca da maior produtividade e competitividade no mercado.

Leticia Bohrer

Leticia Bohrer

Jornalista, mestranda em Jornalismo Investigativo pela Universidad del Salvador de Buenos Aires, e pós-graduanda em Gestão de Mídias Sociais e Marketing Digital pela Unisul, trabalha com reportagens especiais independentes e como Customer Success na SocialBase.