Mensurar a Comunicação Interna: como vencer esse desafio

Aprender a mensurar a Comunicação Interna de forma eficiente é uma habilidade que precisa ser desenvolvida.  A evolução da área, passando de uma simples executora de demandas, para um centro de expertise na comunicação e no relacionamento com os colaboradores, é um dos principais motivadores para que que seja investido mais tempo em medir e mostrar os resultados deste trabalho.

Na edição nº 17 da Revista Cultura Colaborativa tratei sobre as “8 fases para se fazer um planejamento de Comunicação Interna profissional” e, neste artigo, vamos abordar a fase 6: Como mensurar resultados em CI.

Para começar, definir indicadores diretos e indiretoscomo tratamos na fase anterior, disponível neste post – pode ajudar a área a, de uma vez por todas, ter acesso à dados,  indicadores e informações relevantes para a tomada de decisão. Depois, é possível passar para uma etapa mais detalhada sobre a aferição de resultados, que abrange a área de comunicação e também a rede interna de canais.

Para isso, utilizo a metodologia quantitativa abaixo, que retrata fielmente como está a comunicação da empresa com os colaboradores, levando em consideração 4 grandes dimensões e 12 indicadores:

mensurar a comunicação interna

Quando o objetivo é avaliar os canais de comunicação, também faço uso da aferição quantitativa, levando em consideração 6 indicadores bem específicos:

mensurar a comunicação interna

De forma geral, esses indicadores podem ser cruzados conforme a necessidade da empresa, mas em um primeiro momento já geram resultados importantes, que deixam claro questões como:

  • Relação da oferta/demanda por comunicação.
  • Percepção dos colaboradores sobre a imagem da empresa e da Comunicação Interna.
  • Grau de interesse e participação no processo de Comunicação Interna.
  • Quais são as necessidades de abordagem da Comunicação Interna e/ou Endomarketing.
  • Percepção de credibilidade da empresa, dos líderes, o alinhamento da comunicação e a coerência da gestão.
  • Expectativas e satisfação em relação aos canais.

Além destes indicadores quantitativos, também é possível realizar pesquisas, como por exemplo a etnografia – metodologia baseada a partir da observação passiva combinada com conversas informais. A partir disso, é possível entender o colaborador com mais profundidade, dando maior possibilidade de assertividade nas ações planejadas.

E você, como mensura a Comunicação Interna aí na sua empresa? Conta nos comentários!

No próximo post, penúltimo da série, vamos falar sobre as melhores e mais utilizadas plataformas e meios de Comunicação Interna.

Até lá! 😉

Matriz da Comunicação Interna
[Kit] Métricas para comunicação interna
Baixe nosso material contendo um whitepaper + blogpost + ferramenta para começar a mensurar a comunicação.
Quero ter indicadores →

 

Flávio

Flávio Morasco Benetti

É Life e Professional Coach, com certificação pela International Association of Coaching (IAC). Especialista em comunicação (pessoal, profissional e empresarial) e cultura corporativa.
Possui mais de 15 anos de experiência nas áreas de comunicação e marketing. Graduado em Comunicação Social, com MBA em Gestão de Marketing e Trends & Innovation. Para saber mais, visite www.fmbenetti.com.br.