MINHA EMPRESA em: os ruídos diários

Esta é a MINHA EMPRESA, um ótimo lugar para se trabalhar, com ambiente amigável, funcionários competentes e engajados. No entanto, contudo, todavia a MINHA EMPRESA têm vários problemas. Um deles: os ruídos diários.

 

tirinha

Independente de que lado você esteja, esta é uma prática que acaba atravancando a produtividade, pois quem está na performance vira centro das atenções e do outro lado há a dispersão da atenção motivada pelo ruído ‘intruso’ as atividades cotidianas.

Este assunto é tão sério que a OMS (Organização Mundial da Saúde) aponta que ruídos acima de 70 decibéis (db) são prejudiciais à saúde. Para se ter uma ideia: duas pessoas conversando alcançam, normalmente, de 30 a 35 decibéis.

Segundo pesquisa da Fundacentro, a exposição a ruídos podem passar do desagradável, causando uma ‘simples’ dor de cabeça até a perda da audição. Rosane Jane Magrini, em entrevista ao site JUS, salienta que ruídos acima de 85db danificam o mecanismo que permite a audição. De acordo com o site, na natureza, com exceção de trovões, das cachoeiras e das explosões vulcânicas, poucos ruídos atingem 85 decibéis.

Por este viés é interessante lembrar que a voz – que pode atingir até 35db -, o toque de um celular (esquecido na mesa) e a música alta podem acarretar em problemas auditivos, claro, tudo depende do tempo de exposição, intensidade, frequência, dentre outros fatores.

Perdeu o primeiro capítulo, acesse aqui
Não perca na próxima Semana (24/06), a Saga do emails: uma nova esperança

Roteiro e História: Ivanir França
Arte e História: Eduardo Castro

França

França

Jornalista, especialista em cinema e mestrando em Literatura, nas horas vagas lembra da tempestade que destruiu Macondo e combate o crime em Gotham City.