Rede social corporativa funciona como canal de informação da empresa

A medida que uma empresa cresce, a comunicação interna torna-se cada vez mais importante para disseminar dados relevantes a todo o corpo funcional. Neste processo, um fator que dá dor de cabeça para muitos gestores é a forma de divulgação. Muitas tecnologias usadas podem não ser suficientes para atender aos públicos da organização em diferentes horários e setores. Na nossa convivência neste mercado, percebemos que a rede social corporativa funciona como um canal de informação da empresa, com a credibilidade e a efetividade necessárias. Nos próximos parágrafos, vamos explicar por que acreditamos nessas ferramentas para distribuir comunicados institucionais.

Enviar um e-mail para todos os colaboradores é fácil: basta redigi-lo e mandá-lo para todo o mailing. Agora, você sabe qual é o índice de leitura desse tipo de mensagem dentro da sua empresa? Nem todos os colaboradores têm acesso ao correio eletrônico – e muitos deles não vão ler seu recado com a antecedência que você deseja. Para controlar esses fatores, uma rede social corporativa funciona muito bem. Assim que o usuário acessar o perfil pessoal na ferramenta, poderá ver o informativo enviado pela diretoria. Algumas ferramentas permitem, inclusive, saber quais funcionários leram a mensagem. Além disso, esses sistemas tem mais apelo de acesso do que e-mails corporativos – afinal, todos os colegas estão presentes lá.

Se o objetivo é distribuir recados para departamentos específicos, a tarefa fica simples com redes sociais corporativas. A criação de grupos é uma função nativa da maioria das ferramentas disponíveis no mercado. Os gestores podem postar mensagens no canal de informação da empresa, segmentadas para cada um desses setores – a escala de folgas dos profissionais de vendas, por exemplo. Esse procedimento garante a privacidade das informações, enviando-as apenas para os colaboradores desejados, e aumenta o porcentual de leitura, já que são informações de apelo maior para aqueles funcionários.

Os recados individuais também podem ser distribuídos por meio do canal de informação da empresa. A mensagem é enviada para o perfil do funcionário, garantindo privacidade. A informação fica registrada no banco de dados da empresa, para o caso de eventuais questionamentos legais. A operação é feita de forma rápida, sem os entraves que geralmente ocorrem nos e-mails, como a famosa caixa postal lotada.

Algumas soluções distribuídas no mercado contam com um recurso adicional que ajuda os gestores na organização de campanhas no canal de informação da empresa: a divulgação virtual de eventos corporativos, tal qual ocorre em sites de relacionamentos. É possível convidar grupos ou colaboradores específicos e criar uma lista de presença. Com o convite, os funcionários se sentem incentivados a ir, aumentando a efetividade da ação.

Todos esses fatores que citamos acima – mensagens coletivas, para grupos, individuais e convites de eventos – podem ser monitorados em tempo real pela equipe que gerencia a rede social corporativa. Essa tecnologia, aliada a uma boa política de comunicação interna, pode ajudar sua empresa a criar um canal oficial e confiável de informações corporativas.

Se você deseja dicas para criar uma estrutura de comunicação interna, baixe nosso e-book gratuito: Comunicação Corporativa: Desafios, Planos e Soluções Tecnológicas.

E você, usa (ou pretende usar) a rede social corporativa para disseminar que tipo de informações? Deixe seu relato nos comentários.

SocialBase

SocialBase

Conectamos as pessoas tornando o trabalho mais simples e produtivo! <3