Zumbis estão corroendo a produtividade nas empresas

A queda da produtividade é, talvez, o maior problema enfrentado pelas empresas. São inúmeros os casos que iniciam pequenos e como um vírus espalham-se à organização, contaminando a todos com a frustração e o atraso. Esse “apocalipse zumbi” está devorando as empresas de dentro para fora e infectando equipes outrora vencedoras.

Se a sua empresa está sendo invadida por zumbis, este guia irá ajudá-lo a identificar onde eles estão e como reverter a situação antes que haja o apocalipse.

zumbis

Estressados, em pânico e conduzidos a um estado catatônico. Esses são alguns dos sintomas perceptíveis em funcionários contaminados. Com olhos vagos, em sua maioria, não conseguem entregar tarefas no prazo, estão constantemente frustrados e acumulando horas extras.

Há, até o momento, oito tipos catalogados de zumbis corporativos no mundo todo, talvez um deles esteja ao seu lado, ou mesmo, na sua mesa.

1- Recém Infectados

zombies1

Um dos tipos mais perigosos. Ele não sabe ou está indiferente ao fato de estar contaminado. Para ele, a negação é o primeiro ponto de defesa que vem aliado a não entrega de tarefas no prazo, questionamentos não respondidos e falsas métricas.

  • 13% deles costumam mentir para encobrir projetos fracassados, erros e prazos não cumpridos.

equips_zumbi1

Equipamento Indicado: Binóculos

Acompanhe de perto o status de seus projetos – de preferência em tempo real – e estipule metas de curto prazo.

2 – Negligentes

zombies2

Displicentes, eles não atuam de maneira proativa, aguardam lembretes e solicitações de trabalho, contudo ao recebê-los os deixam acumular ou perder-se em meio a desorganização. Uma de suas características principais é a irritação, devido ao imenso “bolo” de trabalho que deixam acumular. Seu contagio se dá pelo atraso e frustração.

  • 40% deles não conseguem seguir metas ou prazos.

equips_zumbi1

Equipamento Indicado: Diário de Batalha

É indicada a aplicação de uma ferramenta gerenciadora de tarefas que facilite a comunicação. Essas tática irá atuar diretamente na redução dos sintomas e riscos de contágio.

3 – Capachos

zombies3

Sempre em grupos, esses zumbis nunca questionam suas cargas de trabalho e aceitam pedidos cegamente. Geralmente inundados em tarefas, eles continuam arrastando-se a frente mesmo sem força suficiente para dar seguimento a projetos, por falta de pessoal e excesso de trabalho, mantêm-se sempre em estado catatônico e em bancos de hora.

  • 50% queixam-se da alta demanda de trabalho e a falta de pessoal.
  • 50% afirmam que trabalham mais de 40hs por semana.

equips_zumbi1

Equipamento Indicado: Alvo

Criar processos de monitoria de tarefas; traçar metas de curto prazo; abrir canais de comunicação mais eficientes que proporcionem um rápido feedback.

4 – Trapaceiros

zombies4

Eles subvertem os processos da empresa em nome da velocidade e eficiência. Porém, esses resultados escondem o uso inadequado de recursos e a contaminação acelerada da equipe. Uma das características destes zumbis é a conclusão de projetos sem aprovação e a realização de “reuniões” as escuras.

  • 64% deles ignoram os processos da empresa ao realizar tarefas.

equips_zumbi1

Equipamento Indicado: Megafone

Deixe claro a todos os procedimentos da empresa em murais, emails ou outras ferramentas. O uso de plataformas de gerenciamento de tarefas e a aplicação de técnicas de endomarketing também auxilia no processo.

Explorer_Zombie

Se você está lendo este infográfico, ainda não está infectado. No entando, observe a sua volta, gemidos estranhos ou olhos de “vidro”, fixados no monitor são sinais de perigo.

5 – Exibicionistas

zombies5

Fáceis de serem identificados, os exibicionistas são barulhentos e adoram atrair atenção para suas tarefas e questões, muitas vezes utilizam-se do capital político para conseguirem o que querem.

  • 42% deles “sugam” os recursos da empresa (envio constante de emails e telefonemas a superiores) em projetos não justificados.

equips_zumbi1

Equipamento Indicado: Bandeira

Defina bem a política de uso de recursos e estimule a boa prática no uso de emails e telefone. Outra saída é a implantação de uma rede social corporativa para sanar o problema.

6 – Thrillers

zombies6

Raro, mas muito perigoso, este zumbi é perito em esconder a falta de produtividade atrás de um manto sedutoramente chamativo. Geralmente essa capa encobre números conflitantes, mentiras e a falta de dados reais de trabalho.

  • 7% deles admitem inflar dados para apresentar um trabalho mais atraente aos olhos.

equips_zumbi1

Equipamento Indicado: Radar

Acompanhe constantemente o andamento de seus projetos.

7 – Lisos

zombies7

Astutos, eles têm por padrão saltar de um projeto a outro sem preocupar-se à prioridades e prazos. Atêm-se há mudanças “necessárias” na rotina de trabalho. Com o acúmulo de tarefas não cumpridas tendem a mudar de emprego. Seu contágio dá-se pela baixa produtividade e o aumento de stress nas equipes.

  • 24% dizem que suas prioridades de trabalho mudam diariamente, resultando em perda de tempo e produtividade.

equips_zumbi1

Equipamento Indicado: Checklist

Para recuperar esse tipo de zumbi é indicado um sistema objetivo de scorecard e um ambiente de trabalho agradável e livre de distrações.

8 – Corredores

zombies8

Para lidar com sua carga de trabalho, os runners enviam freneticamente rajadas de emails e convites a reuniões aos membros de sua equipe. Quanto mais emails enviados e reuniões marcadas, mais ele infectam os outros membros da equipe.

  • Geralmente este perfil perde 31 horas mensais em reuniões improdutivas e enviam cerca de 304 emails por semana.

Se você ainda não foi atacado, arme-se para combater os possíveis Zumbis que povoam seu escritório.

equips_zumbi1

Equipamento Indicado: Tablet

A implementação de ferramentas que dinamizem a comunicação e facilitem a troca de informação em tempo real sem a necessidade de agendar várias reuniões auxilia para o extermínio deste zumbi. É aconselhável também usar ferramentas ou processos que deixem visíveis à equipe o andamento dos projetos e responsabilidades.

 

backpack_zombies

Caso nada disso funcione, o uso de aromaterapia é indicado.

Adaptação – Your Guide to Stopping the Zombies in Your Workplace
Arte e diagramação: Eduardo Castro
Zumbis: Plants vs Zumbis

Mais infográficos

França

França

Jornalista, especialista em cinema e mestrando em Literatura, nas horas vagas lembra da tempestade que destruiu Macondo e combate o crime em Gotham City.

  • Renato Dourado

    Ou seja, o problema está sempre com o funcionário e não com a empresa, “interessante”.

  • Freeproject

    O mercado vai cair. Apocaliptico ou não, da mesma forma que o “juizo final” se da intimamente a cada humano a todo momento, vejo os mercados publicitários e pseudo-tecnológicos sucumbirem de uma maneira engraçada. O Véu cai. Cai diante dos “empreendedores”, os “produtivos”, os “criativos” e sobre as sua ilusõe a respeito de seu papel/valor/função social, intrinsecamente relacionadas a produção, ascenção e inovação. Estas, em prol da engrenagem pobre-capitalista destes próprios mercados, que a cada momento se tornam mais espirito-filosofica-pragmaticamente falidos. Jovens miopes, enchendo-se de “denheirinha” e se contaminando com o “espirito de porquisse” (Não são zumbis não) dos seus empregadores e pseudo-novos-perifis de corporações/senzalas “superr legais meeu”. Quem estás dentro, seja em que posição for, note-se melhor neste contexto. Obs: Isto não é um comentário rancoroso 🙂 E…. f$%am-se (me dirijo aos perfís humanos citados entre aspas acima). Grande abraço.

  • Victor Sardinha

    http://www.corporatezombies.com.br essa é a verdadeira abordagem.

    • França

      Bom dia Victor, tudo bem? Muito boa sua proposta, ainda não a conhecíamos. Caso haja interesse podemos produzir algo em conjunto.

      Abraço!
      França

      • Victor Sardinha

        Ola. Pode me passar seu contato para conversarmos Melhor ? Abrs victor.

      • Victor Sardinha

        Pode me passar seu contato para conversarmos ? Abrçs.

  • Pingback: Zumbis estão matando a produtividade da sua empresa()