Gestão do Conhecimento e Cultura Colaborativa

Gestão do Conhecimento e Comunicação para reduzir informações dispersas no ambiente de trabalho


É comum que muitas empresas utilizem plataformas casuais, como Facebook e WhatsApp, para a comunicação e o acesso a informações entre seus colaboradores. Porém, nessas ferramentas não há filtro entre assuntos profissionais e pessoais, o que pode causar perda de produtividade. A solução para esse desafio pode ser a adoção de ferramentas específicas de Comunicação e Gestão do Conhecimento.

É fundamental que, para um grupo ser efetivo, exista um bom diálogo entre seus integrantes. Mas quando pensamos em ferramentas como essas, que não são especificamente corporativas, temos que levar em conta, além do grupo, o indivíduo e a exposição que ele sofre com conteúdos irrelevantes aos assuntos do trabalho.

Essas plataformas não são adequadas para serem utilizadas para gerenciar as informações da empresa, uma vez que pode haver uma grande quantidade de ruídos que atrapalham e prejudicam a produtividade da equipe. Ainda, por não serem feitas para empresas, elas não possuem funcionalidades que visam otimizar o diálogo entre os grupos, e a busca por informações relevantes.

Para manter um diálogo linear entre os profissionais e elevar o nível de produtividade, reduzindo a quantidade de informações dispersas no ambiente de trabalho, recomenda-se a utilização de ferramentas específicas para a Comunicação Interna e o registro dos conhecimentos e lições aprendidas.

Benefícios de uma boa Comunicação Interna

Uma melhor comunicação interna é capaz de aumentar o rendimento e também a produtividade da equipe. Entre seus resultados, podemos destacar a menor incidência de retrabalho, aumento de produtividade e a promoção de um ambiente colaborativo. Quando há a ausência de um diálogo claro entre os colaboradores, a ocorrência de ruídos, informações dispersas e distrações com assuntos paralelos se agravam.

Não encontrar as respostas que precisa pode se tornar um obstáculo para a produtividade do negócio, uma vez que isso abre portas para problemas como o retrabalho. A falta de um fácil acesso a respostas aumenta as chances de haver erros repetitivos na execução das tarefas. Além disso, existe a ocorrência de uma demora maior para encontrar uma solução, em meio a conversas e arquivos. O desgaste do colaborador se torna maior, bem como o tempo que ele perde para a execução de uma atividade que poderia ser realizada mais rapidamente.

Dentro desse quadro, outra prejudicada é a gestão do conhecimento, pois além das informações se perderem durantes as conversas, elas ficam espalhadas em diversas plataformas, aumentando a ocorrência dos problemas citados anteriormente.

Para ser combativo quanto a esses problemas, é importante contabilizar as perdas dadas e agir incisivamente com soluções que amenizem ou até resolvam em um prazo maior o cenário. Estudar e testar ferramentas e metodologias para encontrar um melhor fluxo de comunicação interna parece ser uma boa estratégia para isso. Metrificar os resultados com a inovação implantada ajuda na comprovação do ROI para a diretoria e a manutenção e engajamento no trabalho.

Benefícios da Gestão do Conhecimento

A Gestão do Conhecimento visa organizar as informações e criar uma cultura de compartilhamento de aprendizados em diferentes nichos. Aplicada ao ambiente empresarial, ela busca organizar os conhecimentos que existem interna e externamente, ou seja, tudo o que já está formalizado e descrito, bem como os aprendizados tácitos, que são detidos pelos colaboradores mais experientes.

Na prática, a metodologia procura documentar todos os conhecimentos pertinentes à empresa e suas equipes. Além de documentar os processos internos, é importante que eles estejam centralizados em apenas um local, assim, o risco de perder informações se torna menor. Ele também possibilita uma busca simples pela informação, sem ficar dependendo de outras pessoas para resolver uma atividade pontual ou realizar a parte densa de um treinamento.

Ao criar uma cultura de Gestão do Conhecimento, a empresa garante uma série de benefícios. Entre eles, podemos citar o crescimento da produtividade da equipe, que poderá ter acesso rápido e fácil às informações que precisa, não dependendo mais de pessoas-chave. Outro benefício é a redução do retrabalho, uma vez que, com todas as informações necessárias em uma base de conhecimento, é possível sanar dúvidas rapidamente, garantindo assim, mais assertividade na execução das tarefas.

Como Comunicação e Gestão do Conhecimento podem trabalhar juntas?

A Comunicação Interna visa melhorar o diálogo no ambiente de trabalho, e a Gestão do Conhecimento, a organização das informações para atingir melhores índices de produtividade, diminuindo a ineficiência e as demais dores causadas pela falta de uma cultura de colaboração dentro da empresa.

Ao utilizar ferramentas e técnicas adequadas para ambas as iniciativas no ambiente empresarial, os colaboradores podem manter sua concentração em atividades importantes para a empresa. Com uma busca ágil por informações, o tempo de trabalho do profissional é otimizado, e com uma boa comunicação ele torna-se mais engajado, mais autodidata e prestando um serviço à empresa com maior valor agregado.

Gratis
Materiais Educativos sobre comunicação interna
eBook | 6 Ferramentas de Comunicação Interna
Baixe o material e conheça ferramentas que podem ajudar no dia a dia da Comunicação na sua empresa.

 

Marina Delavechia

Marina Delavechia

Gerente de Marketing do Pulpo e publicitária apaixonada por comunicação, marketing e inovação. Sempre em busca de mudanças, é movida por desafios e novos aprendizados.