Início » Comunicação Interna » Como varejistas podem reduzir a perda de informações entre lojas
Comunicação Interna

Como varejistas podem reduzir a perda de informações entre lojas

perda de informações entre lojas e comunicação no varejo

Pense em uma enorme rede varejista e pergunte-se: quantas pessoas trabalham nela? Cinco mil colaboradores, ou até vinte mil? Elas estão distribuídas em quantas lojas? Seiscentas? Oitocentas? E como, entre tantas lojas, uma se comunica com outra? Neste contexto, é normal que ocorra perda de informações entre lojas.

Entre grandes varejistas, a perda de informações entre lojas é um desafio comum, inclusive você pode já ter experienciado se trabalhar no setor. Com muitas unidades geograficamente distantes e pessoas com diferentes níveis sociais e hierárquicos, acaba sendo necessário diferentes tipos de comunicação para cada parte da organização. Enquanto a gerência tem acesso aos e-mails, os colaboradores em nível operacional podem sofrer ruídos na comunicação por não possuírem este canal – e nem nenhuma outra ferramenta que leve a informação de maneira efetiva.

Quando esse problema com os canais ocorre, significa que os processos de Comunicação Interna da empresa não estão claros, tanto para os comunicadores quanto para os colaboradores. E se a comunicação interna já é essencial para outros negócios, quando falamos em empresas do setor de varejo, uma má comunicação pode causar o desalinhamento das lojas e dos vendedores, causando até prejuízos aos resultados financeiros da empresa.

Tecnologia para melhorar troca de informações entre lojas

Aqui na SocialBase temos percebidos que a tecnologia pode ser a solução para este desafio. Com a adoção de ferramentas de comunicação interna, empresas do setor de varejo de todo o mundo tem conectado seus colaboradores, desenvolvendo uma comunicação entre lojas mais eficiente e ágil. Apesar de haver vários tipos de ferramentas, algumas mais tradicionais, como intranet e mural, podem não ser as melhores escolhas para resolver os desafios da comunicação no varejo.

Já as Redes Sociais Corporativas, ferramentas modernas e versáteis, são mais apropriadas para as empresas que buscam aprimorar os processos de comunicação para acabar com a perda de informações entre lojas.

Isso porque ela possui uma interface mais intuitiva, parecida com as redes sociais casuais, e é pensada para engajar e empoderar os colaboradores, fazendo com que eles estejam todos conectados. Assim, os colaboradores tem um canal direto de comunicação uns com os outros e até com a gerência, quebrando as barreiras geográficas e agilizando a comunicação.

Quando o assunto é a comunicação com colaboradores em nível operacional, algumas Redes Sociais Corporativas inclusive tem aplicativos para dispositivos móveis e integrações com TVs Corporativas, como a solução desenvolvida pela SocialBase.

Assim, as informações vitais chegam até a ponta, mantendo toda a organização atualizada sobre novas campanhas de vendas e decisões estratégicas das lideranças.

Quer saber mais sobre como uma ferramenta de comunicação pode ajudar na redução de perda de informações? Veja como o Grupo Zema, referência nacional no varejo, integrou os seus mais de 5 mil colaboradores e 400 lojas com um aplicativo de Rede Social Corporativa.

Assuntos

Sobre o autor

Lucas

Lucas Ferreira

Publicitário com experiência em Produção de Conteúdo e Design, atualmente faz parte da equipe de Customer Growth da SocialBase e escreve para o blog da SB, antigo Cultura Colaborativa, um dos principais blogs brasileiros sobre comunicação interna.

/* ]]> */